Orientação Solar

Orientação Solar: Benefícios e como avaliar a incidência solar em sua casa

omo a posição do sol pode influenciar no projeto de uma casa.

Uma casa bem projetada não se resume a um bom layout e dimensionamento, é fundamental considerar a posição da construção em relação ao sol, ou seja, sua orientação solar. A incidência solar é um dos aspectos mais importantes a serem levados em consideração no projeto de uma casa, pois pode influenciar diretamente no conforto térmico e na sustentabilidade.

Influência Solar no Projeto de uma Casa

A orientação solar é um dos fatores que mais influenciam no projeto de uma casa. O sol é uma fonte natural de calor e iluminação, e pode ser usado de maneira vantajosa para melhorar a qualidade de vida dos moradores e também para reduzir o consumo de energia. Negligenciar a posição da construção em relação ao sol pode acarretar em problemas futuros, como o superaquecimento de ambientes e a necessidade de um maior consumo de energia para resfriamento.

A posição da construção em relação ao sol pode influenciar diretamente no conforto térmico dos ambientes. Quando se projeta uma casa, é importante que as áreas de uso diário estejam expostas ao sol durante o dia, e as áreas que serão usadas durante a noite devem estar voltadas para o norte, a fim de manter uma temperatura agradável. Além disso, o sol pode ser usado para aquecer a água e gerar energia elétrica através de painéis solares.

Orientação Solar: Qual a Melhor Posição Para a Minha Casa?

Para determinar a melhor orientação solar para uma casa, é importante entender as diferentes faces da construção e o que cada uma oferece em termos de incidência solar.

Face Norte: No hemisfério sul, a face norte é a que recebe mais insolação diária, sendo considerada a face mais privilegiada e valorizando os imóveis que apresentam essa face como principal. Essa face é indicada para áreas privativas, como quartos e varandas, por exemplo, pois é importante que apresentem temperaturas agradáveis. Além disso, é recomendado que as placas solares sejam instaladas na fachada norte da casa para um melhor aproveitamento energético.

Face Sul: A face sul é a que recebe menos incidência solar, sendo indicada para ambientes secundários, como áreas de serviço, depósitos, escadas e garagens. É importante optar por revestimentos de fácil manutenção, pois a presença de umidade é comum nessa face.

Face Leste: A face leste recebe sol da manhã, sendo uma boa opção para os quartos, pois receberiam o sol agradável da manhã, evitando o superaquecimento durante a tarde.

Face Oeste: A face oeste recebe o sol da tarde, sendo uma boa opção para ambientes de pequena e média permanência, pois tende a esquentar bastante durante o dia. É uma boa fachada para quartos em regiões mais frias, como o sul do Brasil.

Como avaliar a incidência solar da minha casa?

Para avaliar a incidência solar da sua casa, é importante analisar alguns fatores, como a posição do terreno em relação ao sol, a presença de árvores e edificações que possam bloquear a luz solar e a intensidade da luz solar em diferentes épocas do ano. Pessoas especializadas geralmente utilizam equipamentos como o Piranômetro, que mede a densidade de fluxo de radiação a partir de uma superfície plana, e a Carta Solar, uma representação geométrica do percurso do sol. No entanto, é possível fazer uma análise inicial com recursos mais simples, como uma bússola e um relógio.

Para medir a orientação solar da sua casa com uma bússola, basta colocar o dispositivo em uma superfície plana e horizontal e apontar a seta norte da bússola para o norte magnético. Em seguida, é necessário observar a direção para a qual a seta vermelha da bússola aponta. Essa direção indica o sul geográfico, que é a direção oposta ao norte. A partir daí, é possível identificar as outras direções, como leste e oeste.

Além disso, é importante levar em consideração a posição das árvores, prédios e outras edificações que possam causar sombreamento no terreno. Árvores e construções altas próximas à casa podem reduzir a incidência de luz solar em determinadas áreas, enquanto árvores e construções baixas podem causar sombras que se deslocam durante o dia. É importante considerar a trajetória do sol ao longo do ano e as diferentes intensidades de luz em cada estação.

Orientação solar para o conforto térmico

Além de ser fundamental para a eficiência energética e a sustentabilidade de uma casa, a orientação solar também é importante para o conforto térmico dos seus ocupantes. A posição da casa em relação ao sol pode influenciar diretamente na temperatura interna dos ambientes.

A face norte, por exemplo, é a mais indicada para receber a luz solar direta, uma vez que é a face que mais recebe sol durante o dia. Por isso, é importante priorizar a localização de áreas privativas, como quartos e varandas, na fachada norte, de modo que esses espaços possam aproveitar a luz solar e apresentar temperaturas mais agradáveis. Além disso, a fachada norte é ideal para a instalação de painéis solares, que podem gerar energia elétrica a partir da luz do sol.

Já a face sul, que recebe a menor incidência solar, é indicada para ambientes secundários, como áreas de serviço, escadas, depósitos e garagens. É importante destacar que a presença de umidade é mais comum nessa fachada, por isso é recomendável escolher revestimentos de fácil manutenção.

A face leste recebe o sol da manhã e é uma boa opção para os quartos, pois esses espaços receberiam a luz solar matinal, evitando o superaquecimento à tarde. Por sua vez, a face oeste recebe o sol da tarde e pode ser utilizada em ambientes de pequena e média permanência,

Gelker Ribeiro arquitetura © 2020 "todos os direitos reservados ao autor do projeto" Cópia total, parcial ou alteração proibida de acordo com a lei nº 9610 de 19fev98"

Posso ajudar?