Aprenda como fazer um Jardim Vertical em seu lar

Tenha plantas em casa aproveitando melhor o espaço disponível

Jardim Vertical em seu lar

Imagem: Unsplash

Um toque verde no próprio lar sempre faz muito bem. Afinal, além de promoverem um embelezamento estético imediato a qualquer ambientes, as plantas fazem com que tanto o clima quanto o ar se mantenham mais agradáveis. Quem não quer passar mais tempo em locais mais frescos e oxigenados, não é mesmo?

Mas, por mais que haja vontade de arborizar um pouco mais algum cômodo, talvez o grande problema seja o espaço. Ou melhor, a falta dele. E é exatamente aí que entra uma solução cada vez mais em voga: estamos falando aqui do jardim vertical.

Hoje você vai conhecer tudo o que precisa sobre essa técnica que alia o útil de ter mais plantas em casa ao agradável de precisar apenas de uma parede para isso. Venha descobrir o que é um jardim suspenso e aprender como fazer um desses no seu lar:

1 – Entenda o que é um Jardim Vertical

Bom, nada melhor do que saber o que é um jardim vertical antes de tê-lo, certo? Também conhecido como jardim suspenso, ele nada mais é que uma forma de cultivar plantas em estruturas elevadas, como paredes. Seguindo a tendência de verticalização, é uma maneira de aproveitar melhor os espaços e cultivar não apenas nas partes baixas de um lar.

Uma das grandes vantagens de um jardim suspenso é usar partes que, em grande parte das vezes, são ignoradas nas moradias atuais. Além disso, outra vantagem dessa modalidade de cultivo é promover conforto térmico, atmosférico e acústico ao ambiente como um todo.

2 – Analise o local

Agora que você já sabe o que é um jardim suspenso, é hora de aprender a montá-lo. Sendo assim, o primeiro e mais importante passo é escolher qual o local vai receber as plantas no seu lar, além de perceber um pouco das características regionais. Por exemplo, se você está em um apartamento na Barra da Tijuca vai ter espaços e aspectos totalmente distintas de alguém que tem uma casa em Anápolis.

Até mesmo qual o cômodo e qual a parede escolhida para receber o jardim faz alguma diferença. É importante analisar se há luz natural, se há umidade, qual o tamanho da superfície, os horários de sombra etc.

Cada contexto pede o seu próprio estilo de Jardim Vertical, mas todo lar merece e pode muito bem receber esse toque verde a mais.

3 – Selecione as plantas

A partir das características do local escolhido, é possível definir quais são as plantas que vão ficar naquele jardim suspenso.

Por exemplo, um local com mais sombra e de iluminação menos direta pode receber uma samambaia ou um véu-de-noiva. Ambientes úmidos pedem a colocação de plantas como a jibóia. Localidades arejadas e cheias de luz natural podem ser perfeitas para orquídeas, girassóis e rabos-de-burro.

4 – Compre os vasos

Qualquer pessoa boa de jardinagem vai te dizer que o grande diferencial entre uma planta crescer ou não é o vaso escolhido para ela. Seguindo essa escolha das plantas, é importante se informar qual é o tipo de recipiente adequado para receber a espécie que você selecionou.

5 – Prepare a parede

Com plantas e vasos em mãos, está na hora de montar o jardim suspenso em casa. No passo a passo, a preparação da parede vem após a análise do ambiente, das plantas e dos vasos por necessitar de que tudo isso esteja definido.

Apenas depois de saber quais são as características do local, qual planta pode se adaptar a ele e em quais vasos que você precisa colocá-las, é possível adaptar a parede para o seu próprio jardim. Deixar a parede pronta para receber as plantinhas antes pode ser só um caminho para ter retrabalho depois.

6 – Tenha paciência

Depois de instalar o seu jardim vertical, é essencial ter bastante cuidado e paciência com o seu novo cantinho verde. Isso porque cada espécie tem o seu próprio tempo e o seu próprio ciclo de crescimento/florescimento. Cuidando com calma desse novo espaço, logo surge o resultado que você tanto queria.

Gostou de entender tudo o que precisa para fazer o seu próprio Jardim Vertical? Conhece outras pessoas que também vão se interessar bastante nesse guia? Então não esqueça de compartilhar o texto nos seus grupos de WhatsApp e nas suas redes sociais.

projeto home office Rj

Como ter um Home office funcional

manta asflaltica.jpg

VALE A PENA LAJE SEM TELHADO ?

projeto quiosque residencial

Checklist para Compra de Terreno

Documentos Terreno

  • Matrícula atualizada – Informa quem é o proprietário do terreno, os dados do terreno, e o histórico desse terreno.
  • Capa do IPTU e número da inscrição municipal.
  • CND INSS (certidão negativa de débitos do INSS) – Se existia um imóvel e foi demolido.
  • Certidão negativa de tributos imobiliários.
  • Débitos de concessionárias águas e luz.

Documentos Proprietário

Pessoa Física:

  • Documentos pessoais RG e CPF.
  • Qualificação completa profissão e endereço.
  • Certidão de casamento/ averbação divórcio.
  • Documentos do Cônjuge e toda qualificação se for casado.
  • Certidão completa Forenses (civil, criminal, familia e sucessões).
  • Certidão de nascimento atualizada se for solteiro.

Pessoa Jurídica:

  • Certidão da Receita Federal da Empresa.

Prefeitura

  • Zoneamento e consultar um arquiteto se o que você planeja construir poderá ser executado neste zoneamento.
  • Restrições tombamentos, desapropriações, coeficiente de aproveitamento, taxa de ocupação, gabarito de altura…
  • IPTU débitos CND.

Orientação Técnica com Engenheiro ou Arquiteto

  • Corte e aterro.
  • Contenções ou muro de arrimo.
  • Drenagem e escoamento de água e esgoto.
  • Construções vizinhas.

Topógrafo

  • Locação Quadra e Lote.
  • Medidas e área real do terreno (comparar com a área da matrícula).
  • Levantamento Planialtimétrico (área e nível).
Como deixar o piso ANTIDERRAPANTE

Como deixar o piso ANTIDERRAPANTE

Você sabe como deixar o piso ANTIDERRAPANTE? Já escolheu um piso para o seu apartamento só porque você achou  muito bonito e depois pensou que ele ficou muito escorregadio ou ainda você ainda não instalou o piso por que está com um pouco de medo  que ele tenha esse problema de se tornar muito escorregadio

Existem vários fatores na nossa casa que podem causar acidentes domésticos principalmente se você tem crianças,  idosos  ou portadores de necessidades  especiais na sua casa e escolher o piso errado é um desses motivos e fatores que  podem ocasionar esse acidente.

Como você pode escolher os pisos para que eles não causem risco

Como é que você pode escolher  os pisos  para que eles não causam esse risco  pra você e para sua família e pessoas que você gosta ou se você  ja tem um piso que você já colocou se é possível ou não  torná lo antiderrapante.

Os pisos antiderrapantes são aqueles que tenham a superfície mais  áspera com alguma textura ou alguma  coisa nesse sentido que evita obviamente  a questão do escorregão  e as áreas  que  mais podem trazer esses riscos que geralmente são áreas molhadas como  banheiro, cozinha e área de serviço além das áreas externas da sua casa como uma  piscina uma varanda que pode receber chuva.

Existem uma infinidade de produtos no mercado que  você pode utilizar,  esses pisos costumam ter  muita textura e isso costuma ser meio chatinho pra você limpar no dia  a dia, na verdade essa é a maior  desvantagem  desse pisso por isso ao comprar qualquer um  desses pisos  que vou falar aqui pra  você  deve  avaliar bem  porque  a limpeza pode ser algo que vai  incomodar muito e acabar deixando  muito bravo muito no dia a dia e é  bom dizer também que dependendo do  fabricante essas texturas elas podem  variar de peça para peça.

projeto piscina piso anti- derrapante
Projeto piscina piso anti- derrapante

Piso cerâmico são  antiderrapantes?

Sim existem pisos cerâmicos que são antiderrapantes, mas avalie direitinho se a questão do tráfego dele no esmalte  é compatível com o local onde você quer colocar, por exemplo, se botar um piso de um PEI muito baixo numa garagem com  certeza não vai aguentar por muito tempo.

Porcelanato esmaltado eles também podem  ter uma textura  é muito importante  você ver essa questão da resistência do PEI  dele, pois pode ter o mesmo problema  dos pisos cerâmicos,

Tem também os  porcelanatos acetinados que  são muito  utilizados em parte interna, por exemplo, banheiros e cozinha piso que recebem sem  polimento eles não são tão antiderrapantes, porém são melhores ainda que os porcelanatos polidos que  são realmente muito escorregadio.

Quais pedras podem ser usadas paro o piso ser antiderrapante?

As pedras que podem receber acabamentos mais texturizados que é o  caso, por exemplo, do nomeado o apicoado 3mi, tem um granilite, mas tem que o  modelo fulget porque o  modelo polido pode sim se tornar  escorregadia e ele geralmente é muito  utilizado para áreas externas por conta dessa característica mesmo de ser  mais rugoso de ter mais textura.

Tem as resinas muitas delas inclusive são utilizados para fazer porcelanato líquido e   existem modelos diferentes que são usados tanto para a parte interna com para  a parte externa eles podem ter  adições na sua solução que deixam a  resina mais, antiderrapante.

como deixar o piso antiderrapante blog 1

Além desses  também temos os pisos emborrachados que tem essa característica de   antiderrapante e os pisos comentício, existem  também opções de  você utilizar o carpete ou então  fitas antiderrapantes e essas fitas  adesivas podem ser utilizados, por exemplo, dentro do box  ou no degrau  das escadas,

O único problema e o cuidado que  você tem que ter com elas é  que  geralmente  têm que ser trocados periodicamente, pois  eles acabam se desgastando com o  tempo.

Quais pedras podem ser usadas paro o piso ser antiderrapante?

Existe no mercado um produto que  pode ser aplicado sobre os pisos  cerâmicos, porcelanato,  pedras  como  mármores, granitos polidos, cimento  queimado entre outros  que podem deixar o piso antiderrapante.

É uma  resina  um reagente químico que ao  ser aplicado na superfície do piso  cria  uma espécie de uma camada de algumas  leves texturas que evitam os escorregões  e esses produtos não são difíceis de você encontrar, costumam ser baratos  geralmente você mesmo pode aplicar obviamente que seguiam todas as instruções.do fabricante.

A durabilidade dele pode variar muito de  acordo com o uso e a manutenção do piso  no dia a dia, ela pode ser de 5 anos ou mais, ou no caso de uma aplicação  especializada e com uma empresa que só faz isso pode durar muito  mais tempo.

É muito bom dizer que  muitos desses produtos têm um efeito  meio que permanente no seu piso então se você for aplicar saiba que depois não dá  pra simplesmente tirar esse efeito antiderrapante do seu piso é  bom você dar uma verificada na maca do produto, porque existem alguns  deles inclusive que podem mudar a tonalidade dos seus pisos podem tirar o brilho ou deixar algumas manchas.

QUER DEIXAR SEU PISO ANTIDERRAPANTE? CONTRATE NOSSO SERVIÇO DE MÃO-DE-OBRA ESPECIALIZADA EM REFORMAS E PINTURAS

Lembre-se  sempre valoriza o seu  sonho contrate um arquiteto.

.

casa stell frame

Casa de light steel frame

COMPRAR UM IMÓVEL PRONTO OU CONSTRUIR

Comprar um Imóvel pronto ou construir

revestimentos para a piscina

Revestimentos para sua piscina​

imoveis na planta

Investir em imóveis na planta vale a pena?

Open chat
Posso ajudar?